Página Inicial Youtube Twitter Facebook

22/02/2018: Felicidade

Como se fora um menino, o vento e sua pipa,

enquanto o irmão desce a ladeira de rolemã

o joão-de-barro anuncia a arquitetura da manhã

e a jovem trança os cabelos, como trançará a vida

 

Um grupo joga bolas de gude, há as de mármore

outro se orquestra num teatro cujo palco é o campo

onde corre a bola, de lá para cá, no peito e na terra

alguém naquele vilarejo saboreia uma paçoquinha

 

Um filósofo está contente ao crer que expôs seu pensamento

o casal de amores se entrega e se aparta para rememorar

a blusa de tricô ficou vistosa e nossa artífice realizada

minha inesquecível avó em sua cadeira de balanço e Eça

 

Assim corre a vida, em que os momentos de felicidade

deveriam ficar gravados a cores em nossa memória

E tudo seria o rio caudaloso, e as árvores e as margens,

E o mar, sedento das águas doces para amenizar o sal.

 

Amadeu Garrido de Paula, é Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.