Página Inicial Youtube Twitter Facebook

04/01/2018: A suprema pena

Não matarás

não é um preceito;

é simples vaticínio do impossível

emanado do gênio crucificado.

 

Poderás ceifar o passeio

dos homens que se testam

andarilhos dos umbrais do eterno

que se forjam, amam e odeiam no efêmero do hoje.

 

Jamais os destinos ganhos no inescrutável

momento em que suas trilhas se encontram

serão desfeitos por sua tosca pólvora

o infinito da criação nunca estará a seu alcance.

 

Assim como não morrerás rico

e tampouco furtarás o que volverá a todos

jamais te regozijarás da mentira e da ilusão.

Aos gemidos carregarás arcado tua eterna solidão.

 

Amadeu Garrido de Paula, é Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.