Página Inicial Youtube Twitter Facebook

09/08/2017: Arabescos

Inextricáveis, feitos por nuvens que admiramos

juntam-se, soltam-se, condensam-se, seguem

rapidamente por caminhos que se desfazem.

Por que não crer em deuses que os manejam?

 

Que tédio, desespero, se não os víssemos

todos os dias com suas fórmulas diversas.

O que seria de nós, enfim, sem as criaturas

das nuvens que giram, contorcem-se nas alturas?

 

Há momentos, mas certamente não há dias

que não as contemplemos;  até o mestre das ciências

Olha pelas frestas de sua lotada biblioteca

As nuvens que banham sua consciência.

 

Sim, são os espíritos, diziam nossos índios,

desenhistas dos arabescos que mandam mensagens.

Confiemos nos passageiros fugazes que nos amam

são os melhores conselheiros e não nos governam.

 

Amadeu Roberto Garrido de Paula, é Advogado e sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.