Página Inicial Youtube Twitter Facebook

08/08/2017: Sherazade, hoje a noite a ouve

Sherazade, hoje a noite a ouve

 

Lua que agora domina o hemisfério

terás tantas magias como dizem

ou serás apenas o astro que se foi

da terra como se vai a mulher do homem?

 

Deverei reverenciá-la como o último verso

lambuzar-me com todos os seus encantos

ou vê-la simplesmente na veraz física

em seus conceitos matemáticos sem prantos?

 

Por mais que nos convide a ciência ao senso

ainda prefiro, lua, ver a mulher que beija como parte tua

o homem que, refugiado do oriente, seja imenso

qual o universo que volteia, o romance sob a luz branca, nua.

 

Envolvamo-nos nos meandros de sua feliz premissa

deixemos a seca vida e crua e daninha

ouçamos hoje seu conto longo de liberdade e justiça

Sonhemos muito, com tu e a lua, maninha.

 

Amadeu Roberto Garrido de Paula, é Advogado e sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.