Página Inicial Youtube Twitter Facebook

IBPT (Diário de Pernambuco - 02/Jun)

Instituto divulga impostos embutidos no presente dos namorados

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) divulgou hoje uma pesquisa nada romântica: o balanço dos tributos embutidos nos presentes mais comuns para o Dia dos Namorados, terceira data mais importante para o comércio.

Segundo levantamento, os perfumes e os eletrônicos estão entre os produtos com maior tributação. O perfume nacional, os impostos chegam a 69,13%. No importado, o valor sobe para 78,43%. Em um buquê de flores, o Leão abocanha 17,71%, em bombons 37,61%, urso de pelúcia 29,92% e no livro 15,52%.



O economista do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau, Antonio Rivera, alerta para que consumidor, de forma consciente, investigue, procure preços competitivos e busque alternativas na hora de comprar produtos que traduzam o seu sentimento, sem fazer extravagâncias. "É conveniente que seja feita uma lista das melhores opções, bem como definir o valor a ser gasto. Além disso, é importante lembrar que a carga tributária por um lado e os juros pelo outro terminam encarecendo ainda mais os produtos e serviços”, analisa.



De acordo com os dados do Impostômetro, localizado na Rua Joaquim Nabuco, no bairro das Graças, a arrecadação nacional já passa dos R$ 496 bilhões. Em Pernambuco, os impostos somam mais de R$ 3 bilhões.




Confira alguns presentes pesquisados e a taxa de impostos embutida:



Aparelho MP3 ou iPOD

49,45%



Bolsa de Couro

41,52%



Bombons

37,61%



Bota

36,17%



Buquê de flores

17,71%



Cachecol

34,13%



Calça Jeans

38,53%



Cartão de Dia dos Namorados

37,48%



CD

37,88%



Chocolate

38,60%



Ursinho de Pelúcia

29,92%



DVD (cartucho)

44,20%



Jantar em restaurante

32,31%



Jóias

50,44%



Livros

15,52%



Moto até 125 CC

43,81%



Perfume IMPORTADO

78,43%



Perfume nacional

69,13%



Roupas

34,67%



Sapatos
36,17%

Teatro e cinema
30,25%

Telefone celular
39,80%

Tênis Importado
58,59%

Vinho
54,73%