Página Inicial Youtube Twitter Facebook

USO INTELIGENTE DA INFORMAÇÃO GARANTE VANTAGEM COMPETITIVA AO NEGÓCIO

 

* Ricardo Couri

 Não é nenhuma novidade dizer que no ambiente empresarial a competitividade vem se intensificando a cada dia. O grande número de concorrentes e as novas tecnologias são fatores que afloram a necessidade das empresas buscarem alternativas para terem vantagens e saírem na frente. Contudo, muito se fala em “vantagem competitiva”. Mas será que as empresas sabem o significado dessa expressão?

Vantagem competitiva é a capacidade de uma empresa, independente do porte ou segmento em que atua, agregar mais valor do que outra empresa,trabalhando com o mesmo produto ou prestando serviços semelhantes. A vantagem competitiva é a base para o sucesso corporativo. Podemos resumi-la em identificar as ‘vantagens’ que o empresário pode e deve usar para se manter no mercado, melhorar seu negócio e ainda ter um diferencial.

Hoje é de suma importância que a empresa realize um trabalho abrangente e efetivo da marca, cuidando que apareça de modo eficaz em rótulos, embalagens, notas fiscais, envelopes, e-mails e veículos da empresa.  É fundamental também possuir ótima localização, preço competitivo, qualidade incontestável, equipe treinada e motivada, atendimento eficiente ao consumidor, entre outros pontos.A maioria das empresas segue esse preceito, mas, para ter sucesso no negócio, é preciso ter um diferencial. Mas o que é esse grande diferencial?

O grande diferencial da atualidade consiste em possuir um banco de dados qualificado [por qualificado entende-se alimentado com informações que reflitam o dia-dia do negócio - por ex: notas fiscais, pedidos, ordens de produção, etc] e, a partir de uma extração inteligente das informações, adquirir ativos intangíveis, entre eles: controle abrangente e apurado, agilidade na gestão, visão estratégica do negócio, capacidade de mudança,tomada de decisão eficiente, tudo isso através da transformação do banco de dados em métricas,indicadores, dashboardse rankings, refletindo a situação da empresa em tempo real. Assim fazendo, o gestor detectará facilmente a rentabilidade de cada entidade envolvida em seu negócio, permeando suas decisões em direção à produtividade com lucratividade. Além disso, todo empresário deveria se preocupar com as suas informações, que devem ser tratadas como uma matéria-prima.

Esse processo que extrai informações de seu banco de dados e os transforma em visões estratégicas, é mais conhecido como business intelligence, o qual está se tornando viável para pequenas e médias empresas, através de ferramentas de última geração.

 

* Ricardo Couri é especialista emgestão empresarial, empresário e diretor da RCS Business Intelligence.

Para mais informações sobre o tema ou caso queira entrevistar o diretor da RCS, Ricardo Couri, entre em contato com a De León Comunicações pelo email danielle@deleon.com.br ou pelos telefones (11) 5017-4090 / (11)5017-7604.